//Bem-estar animal: o que é fundamental para garantir conforto e maior produtividade?

Bem-estar animal: o que é fundamental para garantir conforto e maior produtividade?

Sabemos que um ambiente de conforto é fator essencial para garantir o bem-estar do rebanho e a sua produtividade. Conforme especialistas, uma vaca ou novilha bem acomodada, que possa se alimentar e ruminar em local sem estresse, poderá produzir até 5 kg a mais de leite por dia.

Mas quais fatores influenciam em um ambiente sem estresse? Quais são os itens mais importantes para o conforto das mimosas? Elencamos alguns deles e vamos falar um pouco mais sobre cada um abaixo. Fique com a gente e confira!

Instalações: você pode comparar facilmente uma vaca com um ser humano. Uma pessoa não gosta de pegar muito sol, ou de ambientes muito úmidos, não é? Pois o seu rebanho se sente da mesma forma.

Garanta que os animais tenham espaço suficiente para se alimentar. Superlotação acaba gerando estresse e perdas, não só na produção, mas também na saúde do rebanho. É importante ter um espaço extra da linha de alimentação, especialmente quando as novilhas recém-paridas ficam junto aos animais mais velhos, devido a competição.

O recomendado é que a linha do cocho de alimentação tenha superfície lisa, com piso de azulejos, por exemplo. A superfície da linha de cocho, onde é colocado o alimento para os animais, deve ser lisa e com um piso de azulejos, por exemplo. Quando a superfície é constituída apenas por concreto, o alimento acaba se depositando nestes locais e causando odor desagradável. O nariz das vacas é 30 vezes mais sensível a odores do que o humano, então o mal cheiro influi na ingestão alimentar e na produção de leite.

Os corredores na área de alimentação também devem ser amplos. O ideal é ter espaço extra para que os animais possam caminhar de forma livre atrás dos que estão se alimentando. O aconselhável, para isso, é um corredor de cerca de 5 metros de largura.

Outra boa recomendação é criar um grupo de novilhas separado dos outros animais, pois estas ainda estão em desenvolvimento e precisam crescer 50 Kg na primeira fase da lactação.

 

Camas: é fundamental que a cama onde a vaca deita para ruminar e descansar tenha o comprimento adequado. O box precisa ter 2,5 metros de comprimento para as vacas Holandesas, por exemplo. Para a largura, o leito deve ser dimensionado conforme a raça/ tamanho do animal, de forma que este não desenvolva lesões nas pernas posteriores e jarrete. Da mesma forma, a vaca projeta o corpo para frente no momento de se levantar, então um anteparo de pescoço muito baixo dificulta a realização deste movimento.

 

Compost barn: bastante popular no Brasil, o compost barn é um sistema de produção que tem como uma de suas principais características o foco no conforto animal, já que a instalação proporciona bastante espaço para que os animais possam deitar, ruminar e descansar (cerca de 15 m² por vaca). As vacas não ruminam quando em pé, então o conforto garantido pelo compost barn assegura uma produção maior e melhor.

Outra vantagem do sistema é a ventilação. Ela deve ser adequada por toda a instalação, de forma que o calor criado pela compostagem se dissipe adequadamente. Também é fundamental repor o material da cama com frequência, já que há uma redução natural da profundidade da cama com o tempo.

 

Altura do barracão: este é outro fator de grande importância para o bem-estar animal. O barracão deve ter altura suficiente para garantir volume/espaço em m³ compatível aos animais.  Uma vaca que produz 10.000 kg de leite em uma lactação, por exemplo,  precisa estar em um barracão com pelo menos 10 metros de altura, de forma que fique confortável em um ambiente espaçoso e com boa ventilação.

Também é importante deixar um espaço aberto no topo do telhado de forma que o ar quente possa sair facilmente. Outra dica é construir um lanternim com pelo menos 50 cm de altura em relação ao telhado, para a proteção contra as chuvas.

 

Pisos de concreto: por fim, é fundamental que o concreto onde os animais caminhem sobre a área de alimentação não seja escorregadio, e que, a cada seis anos, sejam feitas novas linhas ou cortes no concreto para que o andar das vacas não seja prejudicado.

 

Gostou destas dicas? Então continue nos acompanhando por aqui e através das nossas redes sociais!

Acesse nosso Facebook clicando aqui.

Conheça nosso Instagram clicando aqui.

Outra forma de garantir uma produção em constante crescimento e o bem-estar do seu rebanho é investindo em produtos de qualidade certificada e em uma marca que se preocupa com o seu plantel! Venha conhecer nossa linha de produtos de uso veterinário e detergentes clicando aqui.

Fonte: Milkpoint

De |2019-01-23T14:28:17+00:00janeiro 23rd, 2019|Notícias|0 Comentários

About the Author:

Deixe um Comentário